A propaganda é a alma do negócio

27
set
2011

Autor: Alex Silva

Facebook | Twitter


Alex Silva

 
“A propaganda é a ‘alma’ do negócio”, duvido que você nunca tenha ouvido essa frase antes. Seu conceito é literalmente verídico, afinal você não se sentirá atraído por algo que em seu próprio comercial se mostra uma merd*. O nosso amigo Alexandre Castro em seu primeiro texto para o blog, e consequentemente à sua coluna semanal, falou um pouco sobre uma propaganda. Eu falarei de quatro. Não por estar indignado, mas para descrever algumas delas, apontar detalhes que fariam qualquer pessoa se interessar pelo material oferecido pelo fabricante, ou no mínimo deixar um sorrisinho escapar. “Let’s go, everybody”!
 

 
Comercial #01: Esse foi o que mais me chamou atenção; mostra a relação entre pais e filhos em seu cotidiano. Não é novidade para os “coroas” que a maioria de nós com idade acima dos doze anos, nos sentimos “ridicularizados” ao chegar ao colégio acompanhado pelos pais e/ou irmão mais velho. A propaganda foi a fundo, e mostrou totalmente o oposto do que o filho deveria sentir de seu pai: o paizão com motor 3.0 deixou claro para o filho que ele deveria sentir orgulho e não vergonha, já que seu pai sabe surfar, tocar guitarra, pegou várias mulheres no decorrer da vida e o garoto ainda não fez nada disso. Humilhou o pivete. Rss.
Partimos para a próxima!

 
Comercial #02: De fato isso foi uma sacanagem sem igual com aqueles que sofrem com o problema (afinal, sim, “transpiração” precoce é um problema). O comercial aborda algo baseado na “ejaculação precoce” e não tem como ficar sem rir quando vemos o cara atingindo o “gozo”, quero dizer, a “transpiração”. Rss. Quando vejo esse tipo de cena me lembro das várias versões distintas do filme “American Pie”.
 

 
Comercial #03: Esse fica entre os melhores; é incrível a coragem do sujeito em falar “Nem pensar!…” para mulher na maior frieza e cara de pau. Não sei o que aconteceu após a cena, mas coisa boa ela certamente não fez com ele. O assunto deste é: nenhum genro suporta ficar por muito tempo perto da sogra. Do bicho amistoso chamado “mamãe” – sim, pois a maioria dos homens chama a mãe de “mãe” ou “minha mãe”, em alguns casos “mainha”. #TENSO
 

 
Comercial #04: Muitas colegas de classe já me falaram que homem é frouxo, que não suportaria a dor de uma cólica por mais de cinco minutos. Ok! Porém, sofremos com a TPM gratuita, que é aquela onde mesmo você não tendo feito nada de mais a mulher vê como o fim do mundo e lhe ataca de todas as formas e por todos os lados. A marca de sandálias do comercial fez seu marketing com base nesse problema feminino. Eu ri muito ao ver a cara da mulher durante o processo de “amostra” da TPM (nesse caso, “Tensão Psicológica Masculina”) e depois da revelação. CHUPA QUE É DE UVA, AMOR!
 
Espero que tenham gostado da postagem. Preciso me desculpar com todos por não ter postado nada na semana passada, mas, vida de estudante não é fácil. Rss.

Autor: Alex Silva

Facebook | Twitter



Participe! Deixe seu comentário abaixo: