Elas são complicadas, mas não vivemos sem elas

31
jan
2012

Autor: Alex Silva

Facebook | Twitter


Alex Silva

Ela foi feia através de uma costela, uma costela que era nossa! Ainda assim somos dados como seres inferiores e não temos a sua força que se compara a da “mãe natureza”. Então, definitivamente, a mulher não é um bicho “normal”, pode apostar.
 
O sexo feminino é perverso consigo mesmo; afinal você já viu os tipos de cremes capilares de usam? É um completo arsenal partindo da natureza: quiabo e abacate, abacate e mel, óleo de argan (alguém sabe o que é isso? É de comer?) e servem até macumba, despachos e afins, “cremes manipulados”, urina, pular as sete ondas, fazer simpatia. Enfim, segundo a @lelelecoelho “qualquer negócio, por que né? Se a gente não corre atrás do milagre…”.
 
Agora, uma perguntinha: faz efeito? Aposto que a reação é proporcionalmente contrária à expectativa do resultado final. E o que espanta é que mesmo elas sabendo que isso não trás resultado algum (só desperdício de tempo) continuam fazendo.
 

 
É igual ao banheiro. Como o material bélico não acaba por aí, é no banheiro de uma mulher solteira onde você encontra de tudo, assim como em suas bolsas – sim, no plural, pois UMA mulher não se contenta com UMA bolsa ou UM par de sapatos, a não ser que o orçamento esteja apertado, mas sempre está atenta a uma liquidação aqui, uma promoção aqui e outra ali.

Já nós, homens, somos diferentes. Um par de tênis já está de bom tamanho e serve como multiuso: dá pra ir ao casamento da cunhada, ao churrasco do amigo de trabalho aos domingos, e até pra festa do sobrinho da sua namorada (aquele pirralho de 10 anos que é insuportável, um completo pé no saco). A não ser que seja para aquele primeiro encontro, uma beca legal cai bem, depois disso, lá pro segundo ou terceiro round de “pegação” vale até o uso de havaianas ou aquela sandália de couro que fede feito excremento (vamos ser sinceros uns com os outros, aquilo fede mesmo; se você tem uma, jogue fora).
 
MAS, por mais ANORMAIS e COMPLICADAS que elas sejam, nós não vivemos sem elas… :P
 
Por isso, agradeço a todas as mulheres que me ajudaram e continuam me ajudando, que ficam 24h de plantão no Twitter. (risos)

Autor: Alex Silva

Facebook | Twitter



Participe! Deixe seu comentário abaixo: