Bata no panda e sinta-se melhor

15
nov
2012

Autor: Raphael Ferreira

Facebook | Twitter | Site


Raphael Ferreira

Nesse mundo em que vivemos nós vemos cada coisa no nosso dia a dia, que a gente simplesmente não consegue explicar, não consegue entender o que está acontecendo e nem porque acontece. E essas situações tem sido cada vez mais comuns que a gente começa a ignorar o absurdo de certos acontecimentos e encarar tudo com naturalidade.
 
Exemplo do que eu estou falando são as fotos abaixo. Depois de muito pesquisar e não encontrar tantas informações assim, eu tento explicar pra vocês. No bairro do Brooklyn, na cidade de Nova York, nos Estados Unidos, um artista de rua e lutador de boxe amador, Nate Hill, de 33 anos, decidiu de vestir de urso banda, colocar luvas e algumas proteções de boxe e ir para as ruas, incentivando que as pessoas dessem socos em sua barriga. Algo do tipo “bata no panda e sinta-se melhor”.
 
“Se você está com raiva, frustrado, ou apenas teve um dia ruim, irei à sua casa, e você pode me dar um soco”, ele dizia. Aos que não tinham coragem de bater (ou batiam fraco) ele completava “Eu sou um pouco masoquista e aguento as pancadas, então, você pode me bater com toda força que você conseguir”. Eu sinceramente não sei como eu reagiria. Por mais que a intenção dele seja boa e até criativa, eu ainda acho que esse mundo tá muito estranho. Veja algumas fotos:
 




 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
E você, bateria no panda?
Eu acho que o Greenpeace não curtiu muito a idéia…

Autor: Raphael Ferreira

Facebook | Twitter | Site



Participe! Deixe seu comentário abaixo: