Exibicionismo e Sexo virtual

30
dez
2011

Autor: Juliana Desian

Facebook | Twitter | Site


Juliana Desian

Uns dizem que é um desvio sexual, outros não aceitam essa definição. O fato é que é algo bem comum hoje em dia já que o acesso a tecnologias permite a realização constante dessa “fantasia”. Na internet isso é algo extremamente comum, basta visitar alguns sites, chats e você com certeza conhecerá várias pessoas que gostam, praticam e incentivam.
 
Segundo o psicólogo Paulo Roberto Ceccareli, “exibicionismo é uma forma de excitação erótica; um expediente utilizado por um sujeito a fim de excitar-se sexualmente para, eventualmente, atingir o orgasmo. A excitação provém da exposição, do exibir, o corpo, ou parte dele, para um outro. Basicamente, o exibicionismo pode ocorrer de duas formas: na primeira, as pessoas envolvidas sabem o que está acontecendo, trata-se de um jogo erótico onde existe uma cumplicidade; na segunda vertente – e aqui temos o exibicionismo tal como é compreendido pela literatura especializada – ocorre uma imposição de um ato, o de exibir-se, a um outro que não o deseja.”
 

 
O famoso sexo na webcam pode ser considerado uma forma de exibicionismo, é uma prática saudável e gostosa, pode alimentar fantasias, ajudar a perder a timidez pra falar o que gosta e o que não gosta de fazer, e claro, principalmente pra mulher, ajuda a conhecer mais seu corpo, visto que ela vai se masturbar para seu parceiro e vice versa.
 
As desvantagens aparecem quando você pratica o cybersex com alguém que não conhece muito bem, ou que não é de confiança, aí pode ocorrer de um vídeo seu ir parar em sites de vídeos amadores, suas fotos também, ou então da própria pessoa contar para os ‘amiguinhos’.
 
Por isso, a maioria das pessoas preferem fazê-lo sem mostrar o rosto para não se comprometer. Existem também casos de ex namorados(as) que após o rompimento, acabam divulgando vídeos e fotos íntimas do casal ou de um dos parceiros.
 

 
Se existe uma relação de confiança estabelecida e a pessoa tiver um pouco de maturidade, isso provavelmente não acontecerá.
 
Há também aqueles que condenam essa tal prática, não gostam e dizem que não fariam, mas cada um com seu cada um não é mesmo? O importante é se sentir bem e fazer muito sexo gostoso. Mas, usem camisinha!

Autor: Juliana Desian

Facebook | Twitter | Site



Participe! Deixe seu comentário abaixo: