Julia Gnuse, a mulher mais tatuada do mundo

19
dez
2012

Autor: Raphael Ferreira

Facebook | Twitter | Site


Raphael Ferreira

Poderia ser só mais um caso de uma pessoa que simplesmente se viciou em tatuagem, se empolgou um pouquinho demais, mas, não é o caso de Julia Gnuse. Aos 30 anos de idade, Julia Gnuse, também conhecida como “Illustrated Lady” (“Senhora Ilustrada” em tradução livre), começou a se tatuar como um recurso para diminuir os efeitos de uma doença da qual foi diagnosticada, chamada “porfiria cutânea”, que diminui a sensibilidade ao sol, causando bolhas que viram cicatrizes e podem até resultar em necrose.
 
As tatuagens não impedem a formação das bolhas, mas escondem as cicatrizes decorrentes dessas bolhas. Seja como for, em 2011 Julia Gnuse foi reconhecida pelo “Livro dos Recordes”, o Guinness, como a mulher mais tatuada do mundo, com 95% do corpo coberto por diferentes desenhos (inclusive no rosto). Veja algumas fotos dela:
 




 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
E você aí com medo de fazer UMA tatuagenzinha porque acha que dói, né? =P

Autor: Raphael Ferreira

Facebook | Twitter | Site



Participe! Deixe seu comentário abaixo: