Recortadores, os toureiros que não machucam os animais

22
jan
2013

Autor: Raphael Ferreira

Facebook | Twitter | Site


Raphael Ferreira

 
Sou contra as touradas tradicionais por se tratarem de um desafio mortal entre touro e toureiro, onde só um deles sai vivo. Acho uma crueldade, uma tradição que já devia ter se perdido, mas que ainda continua. Nessas touradas tradicionais eu SEMPRE vou torcer para o touro.
 
No entanto, uma nova tradição vem surgindo nos últimos anos na Espanha, a dos “recortadores”, que apesar de utilizarem a mesma arena das touradas tradicionais, não usam qualquer tipo de arma, não agridem ou sacrificam os touros. Os touros entram vivos e saem vivos. Os “recortadores”, na grande maioria também saem vivos (sim, alguns já morreram).
 
O objetivo dos “recortadores” é não serem atingidos pelo touro, mas ficarem o mais próximos disso, arriscarem ao máximo. Sem utilizar capas, espadas ou qualquer outra coisa além da roupa do corpo. Ainda é uma prática bastante perigosa, mas, não mata os animais. O que eles fazem é desviar dos ataques, as vezes dando saltos por cima do touro. Entendo que muitos não vão gostar e que vão colocar no mesmo patamar das touradas tradicionais, mas é bem diferente. Veja:
 


 
E vocês, o que acharam dos “recortadores”? Aprovam?
Nesse os bois saem vivos e podem voltar um outro dia pra chifrar outros…

Autor: Raphael Ferreira

Facebook | Twitter | Site



Participe! Deixe seu comentário abaixo: