Superexposição a poluição sonora: Michel Teló

16
jan
2012

Autor: Alexandre Castro

Facebook | Twitter


Alexandre Castro

Agora o quiprocó tá formado, eu não posso me classificar como indignado, aborrecido, chateado, não! Eu tô PUTO pra carvalho mesmo! Não serei clichê em falar apenas do Michel Teló, como vive na tv e vários outros blogs, pauta de colunas e colunistas, que estão falando mal desse ser filho de uma fruta.
 

 
Agora todo mundo vai pensar “ah, mas ele odeia sertanejo”. Definitivamente não! A mesma coisa aconteceu com “Anna Júlia” do Los Hermanos, que foi um saco, “Carla” do Ls Jack, outro saco e claro que não posso esquecer em meados dos anos 90 de Mila, do Netinho.
 
Considere minha situação, acordar com uma baita de uma ressaca, uma dor de cabeça infernal, me sentindo um cacto, passando mal pela casa inteira e decidir ligar para minha namorada, para que ela venha me dar “assistência”, um “socorro” nesse momento tão difícil no domingo matinal.
 
Seria perfeitamente normal e aceitável, não fosse o fato de ela chegar cantando “Ai, se eu te pego”… É soda! Sem contar o fato de eu ter ouvido a música na madrugada anterior, em looping, por 3 malditas horas, contra a minha vontade, claro!
 
Daí eu penso: foi o álcool ou a música que me deixou assim?
 
Pô, esse lixo está tocando até na Holanda, na Rússia, tem soldados árabes que estão deixando de matar “em nome de Deus” para ficar dançando com suas arminhas para cima e postar no youtube. Essa música maldita tem agora um clipe em inglês!!!
 
Enfim, serei breve hoje, deixo aqui minha indignação e termino esse post com um recado direto: Michel Teló, ai se eu te pego, fdp!

Autor: Alexandre Castro

Facebook | Twitter



Participe! Deixe seu comentário abaixo: